Notícias

FENTAS defende equipe multiprofissional na Saúde em manifesto

O Fórum das Entidades Nacionais dos Trabalhadores da Área de Saúde - FENTAS defendeu, em manifesto, a atuação de equipes multiprofissionais de Saúde a fim de "qualificar a atenção integral ao sujeito e combater o modelo centrado em um único profissional".

No documento, o FENTAS reafirmou a importância da presença de todos os profissionais da saúde, entre os quais o Biólogo, na atenção ao paciente. "O trabalho em equipe tem como objetivo a obtenção de impactos sobre os diferentes fatores que interferem no processo saúde-doença, havendo necessidade de uma relação interativa entre os trabalhadores", conclui o Fórum, reforçando que a prática inter/transdisciplinar garante o princípio da integralidade nos cuidados da saúde, regido pela isonomia, pelo trabalho não hierarquizado, sem nenhuma distinção entre os diferentes profissionais.


O Fórum destacou ainda a Resolução do Conselho Nacional de Saúde - CNS nº 287/1998, que determina que "o reconhecimento da imprescindibilidade das ações realizadas pelos diferentes profissionais de nível superior constitui um avanço no que tange à concepção de saúde e à integralidade da atenção".

Leia, abaixo e em anexo, o manifesto do FENTAS na íntegra.


MANIFESTO

"Provocado por recentes declarações que desqualificam profissionais de saúde, o Fórum das Entidades Nacionais dos Trabalhadores da Área de Saúde ? FENTAS reafirma a importância da presença de todos os profissionais da área de saúde (Assistentes Sociais, Biólogos, Biomédicos, Profissionais de Educação Física, Enfermeiros, Farmacêuticos, Fisioterapeutas, Fonoaudiólogos, Médicos, Médicos Veterinários, Nutricionistas, Odontólogos, Psicólogos e Terapeutas Ocupacionais) na atenção a saúde, por entender que o trabalho em equipe tem como objetivo a obtenção de impactos sobre os diferentes fatores que interferem no processo saúde-doença, havendo necessidade de uma relação interativa entre os trabalhadores. A importância do trabalho em equipe é ressaltada, fundamentalmente, pelo princípio da integralidade nos cuidados de saúde, regida pela isonomia, pelo trabalho não hierarquizado, sem nenhuma distinção entre os diferentes profissionais de saúde. A ação inter/transdisciplinar, é a prática que garante o princípio da integralidade no cuidado à saúde da sociedade. De acordo com a Resolução do Conselho Nacional de Saúde CNS nº 287/1998, "o reconhecimento da imprescindibilidade das ações realizadas pelos diferentes profissionais de nível superior constitui um avanço no que tange à concepção de saúde e à integralidade da atenção".

Para qualificar a atenção integral ao sujeito, e combater o modelo centrado em um único profissional, o FENTAS defende Equipes Multiprofissionais de Saúde."

Com informações da Assessoria de Comunicação do Conselho Federal de Biologia - CFBio.

Documentos Para Download »