Notícias

CFBio regulamenta atuação do Biólogo em Gestão Ambiental

CFBio regulamenta atuação do Biólogo em Gestão Ambiental

Gestão Ambiental, Biólogo, Ciências Biológicas, Resolução nº 374/2015
Com o objetivo de regulamentar a atuação do Biólogo na Gestão Ambiental de atividades e de empreendimentos públicos e privados, o Conselho Federal de Biologia (CFBio) publicou no dia 12 de junho a Resolução nº 374/2015.

A resolução reitera que o Biólogo é o profissional técnica e legalmente habilitado para atuar na área da Gestão Ambiental, incluindo na elaboração, gerenciamento, planejamento, execução, desenvolvimento, análise, auditoria ambiental e em outras atividades relativas à elaboração de projetos e estudos relacionados.

A resolução estabelece as seguintes atividades profissionais na Gestão Ambiental, que poderão ser exercidas no todo ou em parte pelo Biólogo:
* Assistência, assessoria, consultoria, aconselhamento, recomendação;
* Direção, gerenciamento, fiscalização, planejamento, desenvolvimento e execução de projetos ambientais;
* Ensino e treinamento, condução de equipe, especificação, orçamentação, levantamento, inventário;
* Exame, análise e diagnóstico laboratorial, vistoria, avaliação, arbitramento, laudo, parecer técnico, relatório técnico, auditoria;
* Formulação, coleta de dados, estudo, planejamento, projeto, pesquisa, análise, ensaio, serviço técnico;
* Gestão, supervisão, monitoramento, coordenação, orientação, responsabilidade técnica;
* Manejo, conservação, erradicação, guarda, catalogação;
* Produção técnica, produção especializada, multiplicação, padronização, mensuração, controle qualitativo e quantitativo.
São áreas de atuação do Biólogo na Gestão Ambiental:
* Análises de Ciclo de Vida;
* Auditoria Ambiental;
* Avaliação de Impactos Ambientais e Estudos Ambientais;
* Avaliação de Conformidade Legal;
* Avaliação de Risco Socioambiental;
* Capacitação e Ensino na Área de Meio Ambiente e Biodiversidade;
* Certificação Ambiental;
* Diagnóstico, Controle, Monitoramento Ambiental e Biomonitoramento;
* Ecodesign;
* Eco-eficiência;
* Economia e Contabilidade Ambiental;
* Ecoturismo;
* Educação Ambiental;
* Elaboração de Políticas Ambientais;
* Elaboração de Projetos e Desenvolvimento Sustentável;
* Fiscalização, Monitoramento e Licenciamento Ambiental;
* Geoprocessamento;
* Gerenciamento Costeiro, de Recursos Hídricos e Bacias Hidrográficas;
* Gerenciamento de Risco;
* Gerenciamento Ambiental de Obras;
* Gerenciamento/Restauração/Recuperação/Remediação de Áreas Degradadas e Contaminadas;
* Gerenciamento e Implantação de Sistema de Gestão Ambiental (SGA);
* Gestão Ambiental Empresarial;
* Gestão, Controle e Monitoramento em Ecotoxicologia;
* Gestão da Qualidade Ambiental;
* Gestão e Tratamento de Efluentes e Resíduos Sólidos;
* Inventário, Manejo e Gestão de Ecossistemas Terrestres e Aquáticos;
* Inventário, Manejo, Conservação e Produção de Espécies da Flora, Fauna e Microbiota;
* Marketing Ambiental;
* Mecanismos de Desenvolvimento Limpo (MDL);
* Modelagem do Sistema Ambiental;
* Mudanças Climáticas;
* Planejamento, Criação e Gestão de Unidades de Conservação (UCs)/Áreas Protegidas e Elaboração de Plano de Manejo;
* Responsabilidade Socioambiental;
* Saneamento Ambiental;
* Sustentabilidade;
* Zoneamento Territorial e Socioambiental.
Considerando o desenvolvimento da Ciência e Tecnologia e a evolução do mercado de trabalho, outras áreas de atuação do Biólogo na Gestão Ambiental poderão ser incorporadas por deliberação do Plenário do CFBio.

Confira todas as atividades profissionais e as áreas de atuação do Biólogo, estabelecidas por meio da Resolução nº 227/2010.